Festa do Livro

Festa do Livro
Seja bem-vindo.
Neste blog daremos conta das nossas actividades, palestras, exposições, etc.

Visite-nos e comente, sempre que lhe aprouver.

sexta-feira, 31 de março de 2017

Hora do Conto em Família "Os Bichos"

"Os bichos", do livro "Canta o Galo Gordo" de Inês Pupo e Gonçalo Pratas, foi a poesia escolhida para a Hora do Conto do dia 25 de Março.

Pura poesia, com muito ritmo, à qual juntámos música para a enriquecer! E foi isso que aconteceu porque a música brinca com os poemas, acentua-lhes o ritmo, dá-lhes melodia e envolve-os numa harmonia!

Como descobrimos, há imensos animais: os que andam na terra, os que voam alto e os que nadam bem! Também os há muito pequenos e também gigantes, animais de estimação e até os esquisitos! Tal e qual como as pessoas, cada um com os seus caprichos, assim também são os bichos: cada um com sua mania, mas no fundo todos fazem boa companhia!

Mais uma vez, agradecemos a vossa presença e esperamos por vós no próximo sábado!














terça-feira, 14 de março de 2017

Hora do conto em Família "Na barriga da minha mãe"

"Na barriga da minha mãe", escrito por Christine Roussey e ilustrado por Jo Witek, foi o livro escolhido para explorar na Hora do Conto deste último sábado, 11 de Março.
Um livro magnífico de capa dura com texto profundo e ilustrações deliciosas, onde surpresas escondidas sob as abas nos falam de uma forma poética e encantadora, da espera de uma irmã mais velha pelo bebé que se vai desenvolvendo na barriga da mãe até ao seu nascimento!


"Tu estás aí dentro, na barriga da mãe. Eu estou cá fora, à frente da barriga para teu bem. Espero por ti e não vejo a hora..."











segunda-feira, 13 de março de 2017

Tertúlia ao Serão "Dia Internacional da Mulher"

O dia internacional da mulher comemorado no dia 08 deste mês de Março, foi o tema escolhido para esta sessão do dia 11 de Março. Começámos por falar da repressão a que foram sujeitas as mulheres operárias nos Estados Unidos da América em 1857, mais tarde na Alemanha e depois na Rússia em 1917 as quais exigiam melhores condições de trabalho e salários mais justos.
Assim, em 1975, o dia 8 de Março foi  escolhido e reconhecido oficialmente pelas Nações Unidas como o Dia Internacional da Mulher, para comemorar todos estes feitos e lutas destas e de todas as mulheres do mundo que ainda lutam pela igualdade e pelo fim da descriminação social.

Em modo de brincadeira, porque o humor é importante e rir também é preciso, vieram as anedotas e dizeres machistas, os 12 mandamentos da mulher e "O que sempre soube soube das mulheres" de Rui Zink.
Logo de seguida, para que a tertúlia não perdesse o seu propósito, fizemos uma breve abordagem às 25 figuras femininas históricas que de certa forma, com as suas atitudes, mudaram a maneira de olhar para a mulher na sociedade.

Dissemos "As mulheres são fantásticas" de Carlos Drummond de Andrade, cantámos "Todos os homens são maricas, quando estão com gripe" de António Lobo Antunes e a "Calçada de Carriche" de António Gedeão.

Para finalizar em festa, acabámos todos a cantar vários temas de música popular onde a mulher esteve sempre presente.
A Biblioteca, agradece a vossa participação e fica a aguardar para breve a vossa visita. Até à próxima!








terça-feira, 7 de março de 2017

Hora do conto "A Lebre e a Tartaruga"


Decorreu no primeiro fim de semana de março mais uma hora do conto intitulada " A lebre e a tartaruga". Esta é mais uma história do livro "Contas-me uma história" de Debi Gliori.

Um...dois... três...
Partida!
Alguém me sabe dizer do que estou a falar?
Se não sabes, à Biblioteca este livro deves vir requisitar!