Festa do Livro

Festa do Livro
Seja bem-vindo.
Neste blog daremos conta das nossas actividades, palestras, exposições, etc.

Visite-nos e comente, sempre que lhe aprouver.

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Hora do Conto - Livro "Eu espero..."

Autores : Davide Cali e Serge Bloch

 No passado sábado e como sempre, houve hora do conto e desta vez a história foi um pouco estranha não acharam? Uma história de vida, feita de alegrias e tristezas contada através de um fio vermelho? Nunca tal nos tinha passado pela cabeça! E a vós? Também penso que não mas, mesmo assim, foi uma linda história e penso que todos entenderam a mensagem, isso foi o mais importante! Esta vida é feita de coisas boas e coisas menos agradáveis, mas, com estas também aprendemos e por isso mesmo nunca podemos desistir dos nossos sonhos, desejos, de ter esperança e acreditar que melhores dias virão!


Gostamos tanto da ideia que nos transmitiu esta história que, cada um de nós, até contou a própria história de vida, desde o nascimento até este momento. Claro que ninguém se lembrou do momento marcante do seu nascimento, mas mesmo assim, ele foi marcado com o primeiro nó no fio vermelho que estava colado no canto superior direito da nossa folha da Hora do Conto. Depois e devagarinho, lá se iam lembrando dos momentos mais ou menos felizes da vida e lá iam aparecendo mais nós.





Ou era o nascimento do primo, ou a primeira bicicleta que recebera como prenda, ou aquela tarde que passaram a brincar com muitos amigos no terreiro, ou o bicho amigo que tinham no jardim e iam visitar todos os dias...! Tantos momentos que ficaram em segredo! E muito bem, pois eram momentos especiais e muito pessoais, e não eram para ser desvendados! Era o que faltava! Nós só soubemos destes segredos, porque foram os que foram desenhados, não foi?


Claro que a partir de agora, não se vão esquecer de fazer mais nós no vosso fio cada vez que aconteça alguma coisa de especial na vossa vida, pois não? Foi por isso que levaram o vosso trabalho para casa ; para continuarem a registar com um nó tudo o que vos acontecer de mais importante na vida e também para não se esquecerem desta e de todas as Horas do Conto que fazemos na Biblioteca! Esperamos sinceramente, que a maior parte dos nós que fizerem daqui para a frente, representem mais momentos felizes do que tristes!

As botas de 7 léguas de Bruna Dick




"Era uma vez um casal que tinha sete filhos, todos pequenos, mas o mais novo era tão pequenino que o chamavam de Pequeno Polegar. Apesar do seu tamanho, era um menino muito esperto. Como a família era tão pobre, não tinham comida, e para que os meninos não morressem à fome um dia  o pai decidiu abandoná-los na floresta..."
Que será que aconteceu?
 
Queres descobrir o final desta história?
Dirige-te à Biblioteca e encontrarás "As Botas de Sete Léguas", em diversas histórias e contos de fadas.




sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Gabriela e a espreitadela



Livro: Gabriela e a espreitadela
Autor: Jim Helmore



Por vezes a curiosidade pode ser perigosa.
Que o diga a nossa Gabriela que, na Hora do Conto espreitou a vida dos vizinhos da sua rua.
Mas...  numa das portas, algo de estranho aconteceu...



"Quando a última caixa de correio se abriu,
da cabeça...  até aos pés, com medo daquilo que viu, toda ela se arrepiou..."
"...e das caixas de correio nunca mais se aproximou..."



sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Dia Europeu da Internet Mais Segura 2013 - “Direitos e deveres online: Liga-te, mas com respeito”

Esta semana comemorou-se o Dia Europeu da Internet Mais Segura 2013, subordinado ao tema “Direitos e deveres online: Liga-te, mas com respeito”.
Para tal, partilhamos dois livros digitais, A internet segura - do menino maluquinho e Internet e redes sociais - Tudo que vem à rede peixe? para prevenir e aconselhar os mais pequenos na utilização das novas tecnologias.

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

O bolo de chocolate



Na Hora do Conto do dia 2 de Fevereiro, ouvimos a história do livro "O bolo de chocolate", da escritora Pilar Ramos.
Através desta história descobrimos de forma divertida os nossos 5 sentidos. Foi o que experimentamos logo de seguida! Foi muito divertido... e para terminar cantamos uma música com letra da autoria do nosso colega, Rui Romeu, que nos fala acerca dos cinco sentidos e que agora partilhamos com os que não estiveram connosco nesta sessão.